top of page

#Novidades | Teresa Ribeiro e o seu silêncio


Teresa Ribeiro e no princípio era o silêncio





Título: No princípio era o silêncio

Técnica: Serigrafia

Dimensões: 56 x 35,5 cm (Mancha) e 100 x 80cm (moldura)

Ano: 2001

Edição: 200 exemplares assinados e numerados

Referência: TL0001

P.V.P.: 390 € (c/ moldura






A Serigrafias & Afins reforçou a sua coleção com mais uma obra, da autoria da artista Teresa Ribeiro, intitulada "No princípio era o silêncio".


NO PRINCÍPIO ERA O SILÊNCIO


Teresa Ribeiro apanhou as imagens que passavam,

debaixo da janela do seu atelier

e fez um molho de sonhos atados por um fio de cores avermelhadas.

Depois, colocou-o no infinito da pradaria da tela,

que é a incomensurável realidade da própria irrealidade da arte e do artista.

E ali escondeu tiranos e santos, hereges e vagabundos, que tentam nascer,

rasgando o espaço no infinito da cor.

São imagens paridas de almas que não existem,

sonhos e ilusões, de um mundo que Teresa Ribeiro compõe e traça

no espelho imaginário, onde a eternidade do artista criador

projecta no sonho, a sua verdadeira Arte.

Deste modo, “No Princípio Era o Silêncio” de Teresa Ribeiro é o 

desdobramento do infinito criativo da própria pintora,

que as telas magistralmente exemplificam, para quem queira sonhar.


Miguel Barbosa

Poeta e pintor

Lisboa Setembro - 97

 



Quem é Teresa Ribeiro?


Lisboa. Licenciatura em Design, Escola Superior de Belas Artes de Lisboa, Universidade de Lisboa, e Mestrado em História da Arte, Faculdade de Ciências Sociais e Humanas, Universidade Nova de Lisboa.Membro de L’Association des Artistes de France.


As suas obras integram as exposições permanentes do Palácio dos Capitães Generais e do Palácio da Madre de Deus, Angra do Heroísmo; as coleções do Governo Regional da Madeira, Funchal; Museu Regional de Sintra; Fundação Bernard Tallés, Marselha, França; Museu da Cidade, Lisboa, e diversas coleções particulares nacionais e es-trangeiras.


Participou em cerca de cem exposições coletivas em Portugal e no estrangeiro.

Em 1996, a Galeria Municipal Gymnásio, da Câmara Municipal de Lisboa, organizou o encontro Artistas Portugueses Contemporâneos no Oriente, com apresentações no Japão, Museu de Sakai e Museu Shoto de Arte, Tóquio; Coreia do Sul, Galeria do Sejong Cultural Center, Seul, e em Macau, Galeria Fórum do Leal Senado.


Exposições individuais (seleção)

2011 Ecos e Ressonâncias, MAC, Lisboa

2005 Viajantes do Tempo, Galeria MAC, Lisboa

2003 Janelas Imperfeitas, DGAJ – Ministério da Justiça, Lisboa2001 Espírito e Matéria, Galeria de Exposições Augusto Cabrita, Seixal

1999 Paisagem Matérica, Galeria Clube Faia, Lisboa

1997 No Princípio Era o Silêncio, Galeria Maria Pia, Lisboa

1996 Anunciação de Um Espaço, Galeria Municipal de Rio de Mouro, Sintra

1995 Ecce Homo, Galeria Piramidal, Sintra, e Galeria Municipal Gymnásio, Lisboa

1993 Movimento dos Sons, Sociedade Nacional de Belas Artes, Lisboa

1991 Gestação, Galeria do Turismo, Funchal; Imaterialidade da Matéria, Galeria do Diário de Notícias, Lisboa1990 Tapisserie Contemporaine, Mairie de Villejuif, França

1989 Tapeçaria Contemporânea, exposição itinerante da Secretaria Regional da Educação e Cultura dos Açores, Museu de Etnografia, Santa Cruz, Graciosa; Palácio dos Capitães Generais, Angra do Heroísmo e Academia das Artes, Ponta Delgada

1987 Tapeçaria Contemporânea e Pintura, Museu Nacional do Traje, Lisboa


Prémios

1995 Prémio do Júri Visitante; Grand Prix du Languedoc - Roussillon; Galerie Jules Salles, Nîmes, França

1993 Pintura, Medalha da Cidade de Saint-Galmie; Salon Européen des Beaux Arts, França e Prémio de Pintura Abstracta, Medalha da Cidade Gimont, França

O Centro Português de Serigrafia editou as serigrafias ciclo Ecos e Ressonâncias,

2009; ciclo Espírito e Matéria, 2001; Roteiros Espirituais (João Fragoso, Miguel Barbosa e Teresa Ribeiro), 1997, e ciclo Movimento dos Sons, 1994.


Bibliografia (referências)

Pintura em Portugal, Lisboa, Universitária Editora,

2001 50 Anos de Pintura/Pintura em Portugal, Lisboa, Universitária Editora,

1999 Artes Plásticas de Portugal - O Artista, seu Mercado, Porto, Editora Adrian Publishers, Narciso Martins, 1993 Aspectos das Artes Plásticas em Portugal, Lisboa, Fernando Infante do Carmo – autor e editor,

1993 Artes Plásticas – Revista, Dir. Jorge Botelho Moniz, Lisboa, Fev/Mar,1992



Posts Recentes
bottom of page