top of page

Robot Neo | Leonel Moura: "Nunca fazem duas pinturas iguais" I Serigrafias&Afins I Lisboa

Um artista à frente do seu tempo, que trata a robótica e a inteligência artificial por tu.


Leonel Moura é um conceituado artista português cuja obra, nos finais da década de 1990, passou da fotografia para a inteligência artificial e para a arte robótica. Desde então, tem produzido vários Robots Pintores e o Robotarium, um zoo para robots, o primeiro deste tipo no mundo.


Pioneiro nestas novas formas de arte, criou uma nova tecnologia que permite que um conjunto de robots crie uma pintura ou um desenho de forma totalmente autónoma e com pouca intervenção humana. “Nunca fazem duas pinturas iguais”, garante Leonel Moura. “Graças às novas tecnologias digitais, a arte mudou muito nas últimas décadas, e, por vezes, radicalmente".


Conheça aqui uma das suas emblemáticas obras.


ROBOT NEO 2020

TÉCNICA COMBINATÓRIA EM QUE CADA EXEMPLAR É ÚNICO

Realizada para a Fundação Ullens, no âmbito da exposição em 2020 no Museu UCCA em Pequim, a edição foi criada pelo Robot NEO. Usando uma técnica combinatória, embora se trate de um múltiplo, cada exemplar é único.


Sendo Leonel Moura o autor de uma das obras mais emblemáticas da segunda metade do século passado, a Amália de 1998, presente em muitas coleções, o artista foi convidado a criar uma nova versão para o centenário do nascimento da fadista.


Leonel Moura é autor de vários livros sobre Arte e Ciência.



Saiba mais sobre o artista e suas obras aqui


Comments

Rated 0 out of 5 stars.
No ratings yet

Add a rating
Posts Recentes