• Facebook - Black Circle
  • Instagram - Black Circle
  • LinkedIn - Black Circle
  • Pinterest - Black Circle
  • Facebook Clean
  • Twitter Clean
  • Pinterest Clean

Fale connosco

(+351) 211 926 124

Lisboa | Portugal

servicodeboutique@serigrafiaseafins.pt

© 2020 por Serigrafias & Afins. 

José de Guimarães

DISPONÍVEL

Técnica: Serigrafia

Dimensão: 50 cm X 59 cm

Número de Exemplares: -

Referência: 
Coleção: Atlântico, Pacífico e Índico.

Preço unitário (com IVA): 615 €

DISPONÍVEL

Técnica: Serigrafia

Dimensão: 50 cm X 59 cm

Número de Exemplares: -

Referência: 
Coleção: Atlântico, Pacífico e Índico.

Preço unitário (com IVA): 615 €

DISPONÍVEL

Técnica: Serigrafia

Dimensão: 50 cm X 59 cm

Número de Exemplares: -

Referência: 
Coleção: Atlântico, Pacífico e Índico.

Preço unitário (com IVA): 615 €

DISPONÍVEL

Técnica: Serigrafia

Dimensão: 50 cm X 59 cm

Número de Exemplares: -

Referência: 
Coleção: Atlântico, Pacífico e Índico.

Preço unitário (com IVA): 553.5 €

DISPONÍVEL

Técnica: Serigrafia

Dimensão: 50 cm X 59 cm

Número de Exemplares: -

Referência: 
Coleção: Atlântico, Pacífico e Índico.

Preço unitário (com IVA): 553,5 €

DISPONÍVEL

Técnica: Serigrafia

Dimensão: 50 cm X 59 cm

Número de Exemplares: -

Referência: 
Coleção: Atlântico, Pacífico e Índico.

Preço unitário (com IVA): 553,5 €

Sobre José de Guimarães

1939: Nasce a 25 de novembro, em Guimarães.

Anos 50: Estudou pintura com Teresa de Sousa, desenho com Gil Teixeira Lopes e gravura na Sociedade Cooperativa de Gravadores Portugueses.

1965Licenciou-se em Engenharia.

1961 - 65: Visita Paris e contacta com a pintura fauvista. Fica fascinado com os clássicos italianos, como Miguel Ângelo. Visita também a exposição de homenagem a Picasso e a de gravura de Carmen de Garcia.

1965: Casa-se com Judith Castel-Branco e viaja para Munique onde contacta com a pintura de Klee, Kandinsky, os pintores da Bauhaus, Die Brücke e com o pintor flamengo seiscentista Rubens.

1967 - 74: Reside em Angola devido a uma comissão de serviço militar e aqui é influenciado pela cultura africana, sendo que o próprio participa em manifestações culturais polémicas.

1968: Publica o manifesto “Arte Perturbadora!”.

1968: Ganha pela segunda vez o primeiro Prémio de Gravura no Salão de Arte Moderna da Cidade de Luanda.

Final dos anos 70: Regressa definitivamente a Portugal e torna as artes plásticas a sua atividade exclusiva.

1976: Recebe uma bolsa de estudos da Fundação Calouste Gulbenkian para realizar trabalho de investigação nas áreas de serigrafia e fotografia.

1978: É lançada pela Fundação Calouste Gulbenkian uma exposição, “Rubens e José de Guimarães”.

Anos 80: Participa em diversas exposições sobre o seu trabalho pela Europa, sendo que tanto o Estado Francês, como o Estado Belga adquirem inúmeras das suas obras.

1989: Expõe individualmente em Tóquio, Chicago, Basileia, Los Angeles, Estocolmo e Salzburgo e participa em exposições coletivas na Dinamarca, Hiroshima e de novo em Tóquio.

1990: Torna-se Comendador da Ordem do Infante D.Henrique pelo Presidente da República (Mário Soares) e várias das suas peças são adquiridas por instituições importantes e reproduzidas em cartazes, entre outros.

1995: Vive e trabalha em Lisboa e Paris.

Atualidade: : O seu trabalho é reconhecido internacionalmente, participa em diversas exposições e são editados livros sobre a sua obra, escritos por famosos críticos de Arte como Salette Tavares, Álvaro de Magalhães, Cesário Rodrigues-Aquilera, entre outros.