top of page

Fun Fact | O realismo mágico da arte do Alfredo Luz | Serigrafias&Afins | Lisboa

Com um traço inconfundível, a sua arte aproxima-se do surrealismo comungando frequentemente a paisagem com seres fantásticos, personagens imaginárias que nos fazem viver e imaginar histórias.


Alfredo Luz, nascido em 1951, é um pintor neofigurativo, por vezes abstrato, de feição lírica, com uma obra que vale a pena conhecer.


Frequentou o Curso de Artes Decorativas da Escola António Arroio e, entre 1961 e 1978, viveu em Luanda, Angola.


Lecionou Educação Visual em Angola e Portugal, mas, a partir de 1985, começou a dedicar-se exclusivamente à pintura. Trabalhou com Cruzeiro Seixas no projeto criativo” Cadavres-exquis”, uma obra de arte a duas mãos, onde um artista complementa o trabalho do seu parceiro ou parceiros.


Alfredo Luz é um dos precursores do movimento surrealista português, em conjunto com Mário Cesariny, Carlos Calvet e António Maria Lisboa.


Várias vezes premiado em pitura e desenho, participou em variadas exposições coletivas de arte em Portugal e no estrangeiro, tendo ainda uma extensa obra editorial publicada.


Tem inúmeros textos críticos publicados sobre a sua obra, redigidos por personalidades como: Carlos Lança, António Campos, Eurico Gonçalves, Fernando Pamplona, Lima de Carvalho, Manuel Vieira, Manuela de Azevedo, Porfírio Alves Pires, Rodrigues Vaz, Eunice Lopes, Baptista Bastos, Nuno de Oliveira Pinto, Aliette Martins, Pedro Barroso, José Carlos Cardoso, Inês Serra Lopes, Edgar do Xavier, Celestino Portela, Nuno Rebocho, Teresa Pinto, Jorge Listopad e Egídio Álvaro.



Descubra mais sobre o artista aqui.



Comentarios

Obtuvo 0 de 5 estrellas.
Aún no hay calificaciones

Agrega una calificación
Posts Recentes
bottom of page