Júlio Resende

DISPONÍVEL:

Técnica: Serigrafia

Dimensões: 26 cm X 22 cm

Edição:

Referência: JR0001 
P.V.P.: 340 €

DISPONÍVEL:

 

Título: Goa

 

Técnica: Serigrafia

Dimensões: 72,5 cm X 54 cm

Edição:

Referência: JR0002
P.V.P.: 790 €

Sobre Júlio Resende

1917: Nasce no Porto a 23 de Outubro.


1930 a 1936: Pratica ilustrações e Banda Desenhada para jornais e publicações infantis. Frequenta a Academia Silva Porto na disciplina de desenho e da pintura.


1937:Frequenta a Escola de Belas-Artes do Porto e é discípulo de Dórdio Gomes.


1943: Participa na organização do "Grupo dos Independentes". Primeira exposição individual no Salão Silva Porto.


1944/45: Exerce docência no ensino secundário e conclui o Curso na Escola de Belas-Artes com a pintura "Os Fantoches". Tem em Madrid um encontro com Vasquez Diaz. Obtém os prémios da Academia Nacional e "Armando de Bastos".


1946: Bolsa de estudo no estrangeiro (França e Itália) do "Instituto de Alta Cultura". Primeira exposição em Lisboa.


1947/48: Estuda as técnicas de afresco e gravura na Escola de Belas-Artes de Paris. Discípulo de Duco de La Haix. Frequenta Academia Grande Chaumière tendo como professor Othon Friesz. Copia Velasquez, Goya, Brugel etc. no Museu do Louvre.


1949/50: Professor na pequena escola de cerâmica em Viana do Alentejo, Alentejo. Contactos com o escritor Virgílio Ferreira e com os artistas Júlio e Charrua. Em Lisboa conhece Almada Negreiros e Eduardo Viana. Primeira viagem à Noruega onde é hóspede de Oddvard Straume. Permanência em Orstavik.


1951/52: Em Portugal fixa-se no Porto mantendo atividade docente no ensino secundário.
A gente do mar passa a constituir tema dominante da pintura. Prémio Especial na Bienal de S. Paulo. Prémio na 7.ª Exposição Contemporânea dos Artistas do Norte.Executa o afresco da Escola Gomes Teixeira, Porto. Investiga o desenho infantil.


1953/54: Cria as "Missões Internacionais de Arte", a primeira das quais ocorreu em Trás-
os-Montes. Leciona na Escola Secundária da Póvoa de Varzim.


1955: Promove a segunda "Missão Internacional de Arte", na Póvoa de Varzim.

1956: Integrado na equipa do Arq. João Andersen para o projeto "Mar Novo", Sagres, que obtém o Primeiro Prémio em concurso internacional.
Prémio "Artistas de Hoje", Lisboa. Conclui o curso de Ciências Pedagógicas na Universidade de Coimbra.


1957: Organiza a exposição "4 Artistas Portugueses", em Oslo e Helsínquia. Segundo prémio de Pintura da Fundação Calouste Gulbenkian, Lisboa.


1958: Executa um painel para a "Exposição Internacional de Bruxelas". Prémio "Columbano" da Câmara Municipal de Almada. Promove a 3ª "Missão Internacional de Arte", Évora. Convidado para a docência na Escola de Belas-Artes do Porto.
Executa vários painéis de azulejo para a estação de fronteiriça de Vilar Formoso.


1959: Menção Honrosa na 5ª Bienal de S. Paulo.
Cria dois painéis cerâmicos para o Hospital de S. João, Porto. Executa oito painéis de azulejo para a pousada de Miranda do Douro.


1960: Prémio "Diogo de Macedo" no Salão de Arte Moderna do SNBA, Lisboa. Painel cerâmico para a Pousada de Bragança.


1962: Presta provas públicas para a Cadeira de Professor na Escola Superior de
Belas-Artes do Porto. Mural afresco no Palácio de Justiça do Porto.


1964: Executa cinco painéis cerâmicos para obras de arquitetura.


1965: Cria cenários e figurinos para o "Auto da Índia" de Gil Vicente, encenação de
Carlos Avilez para o TEP, Porto.


1966: Realiza um afresco para o Tribunal de Justiça em Anadia.


1967: Cria cenários e figurinos para "Fedra" de Racine, encenação de Carlos Avilez para o Teatro Experimental de Cascais.


1968: Ilustra "Aparição" de Virgílio Ferreira. Realiza cenário e figurinos para o bailado "Judas" coreografia de Águeda Sena e Companhia de Bailado da Fundação C. Gulbenkian, Lisboa.


1969: Prémio "Artes Gráficas" na Bienal de Artes de S. Paulo, com ilustrações do romance "Aparição".
Cria cenários e figurinos para o "Auto da Alma" de Gil Vicente no TEP, Porto. Realiza seis painéis em grés para o Palácio de Justiça de Lisboa.


1970Orientação visual e estética do Espetáculo de Portugal na "Exposição Mundial
de Osaka". Cria cenários e figurinos para "Antígona" no Teatro Experimental de Cascais.

1971: Primeira viagem ao Brasil encontrando-se entre outros com Jorge Amado e
Mário Cravo Filho.


1972:Nomeado Membro da Academia real das Ciências, Letras e Belas-Artes Belgas,
Bruxelas, onde fez uma comunicação.
1973: Ilustra a obra de Fernando Namora "Retalhos da Vida de um Médico". Nova viagem ao Brasil.
Recebe o grau de Oficial da Ordem de Santiago da Espada.


1974: Exerce funções de gestão na ESBAP.
Realiza cenário para o filme "Cântico Final" de Manuel Guimarães, adaptação do romance de Virgílio Ferreira.


1975/76: Dedica-se a tempo inteiro à gestão da ESBAP.


1978Cria cenários e figurinos para o bailado "Canto de Amor e Morte" coreografia de
Patrick Hurde, inspirado na obra musical de Lopes Graça para a Companhia Nacional de Bailado.


1979: Executa os vitrais para a Igreja Nª Sª da Boavista, Porto. Profere uma palestra na Fundação Joaquim Nabuco, Recife.


1982: Recebe as insígnias de Comendador de "Mérito Civil de Espanha" atribuídas
pelo Rei de Espanha.


1984/85: Realiza o painel mural "Ribeira Negra". É-lhe atribuído o Prémio AICA.


1986: Executa em grés o grande mural "Ribeira Negra" no Porto.


1987: Profere a última lição na ESBAP.


1989: Exposição retrospetiva na Fundação Calouste Gulbenkian, Lisboa.


1992: Viagem a S. Vicente e Stº Antão (Cabo Verde).
1993: É criado o "Lugar do Desenho - Fundação Júlio Resende".


1994/95: Realiza painéis cerâmicos para a estação do Metropolitano de Lisboa, "Sete
Rios".


1997: Recebe a Grã-Cruz da Ordem do Infante D. Henrique. Realiza a decoração de azulejos da estação do Metropolitano de Lisboa, "Sete Rios". Inauguração da sede do “Lugar do Desenho a 23 de Outubro com a presença de Sua Excelência o Presidente da República, Dr. Jorge Sampaio.

2001: Exposição retrospetiva, Galeria Nave dos Paços do Concelho, Matosinhos.


2007: Alfândega do Porto, exposição antológica dos seus 90 anos com a presença do Presidente da República Prof. Aníbal Cavaco Silva. É homenageado na XIV Bienal Internacional de Arte de Vila Nova de Cerveira.


2010: O painel “Ribeira Negra” ganha espaço permanente na Alfândega do Porto.


2011Morre aos 93 anos de idade a 21 de Setembro na sua casa em Valbom, Gondomar.

  • Facebook Clean
  • Twitter Clean
  • Pinterest Clean

Fale connosco

(+351) 211 926 124

Rua Castilho, nº39
1250-068 Lisboa | Portugal

servicodeboutique@serigrafiaseafins.pt

© 2021 por Serigrafias & Afins.